Bochechos

Cuidados ao cuspir, ao fazer bochechos e usar canudos

Nos primeiros dias após a cirurgia o coágulo ainda está muito sensível e qualquer estímulo mais brusco dentro da cavidade bucal poderá remover este coágulo o que causa hemorragia.

resize-500x300_enxaguante-bucal-saude

Em geral, todo procedimento cirúrgico parte de uma incisão (corte), abrindo os tecidos e causando um trauma o que gera coágulo para a cicatrização, por isso, é preciso evitar os bochechos, mesmo que para limpar o local, cuspir bruscamente ou ingerir bebidas com canudos, pelo menos nas primeiras 24 horas, pois qualquer tipo de sucção poderá remover o coágulo deixando os tecidos da gengiva expostos. Cuspir pode promover uma pressão negativa na boca o que poderá deslocar o coágulo em formação.

Lembrando que aquelas receitas caseiras indicadas e que ajudam no tratamento sem contraindicações devem ser administradas com cautela.

Em caso de enxerto ósseo, não assoe o nariz e não use descongestionante nasal sem orientação e no caso de cirurgia de elevação do seio maxilar poderá ocorrer sangramento do nariz.

Uma gaze mantida sobre o local da cirurgia, por no mínimo 30 minutos, irá auxiliar bastante, a gaze faz uma compressão e promove uma hemostasia.

Passadas as primeiras horas pós cirúrgicas os bochechos e enxágues bucais passam a ser indispensáveis na higienização, o quadro muda rapidamente, mas o uso de escovas se mantém vetado nos primeiros dias. Isso não quer dizer que os demais dentes da boca não devam ser escovados.